5 PASSOS PARA CONFIGURAR O SEU GEARCONTROLLER

Apr 1 / Engenheiro Cristian Silva

GearController FuelTech!

Você conhece o GearController? Sabe para que ele serve? Se a resposta for não, fique tranquilo! Vamos te explicar para que ele serve, e claro, te ensinar a configurar ele da melhor maneira!

Para efetuar a troca de marchas o GearController faz a leitura de um sensor de força (strain gage) instalado na alavanca de marchas. Quando o piloto força a alavanca, o sensor envia um sinal para o módulo que efetua cortes progressivos na ignição, permitindo assim o desengate da marcha atual e o engate da próxima.

5 passos para configurar o seu GearController

1. Configuração do tipo de câmbio!

Com o módulo conectado, analise a variação de tensão na tela do GearController e grave um log, ou pressione a alavanca para frente e observe na tela do equipamento. Se a tensão variar de 2,5 volts para 5 volts ao empurrar a alavanca para frente, ela é normal. Se ao empurrar a alavanca a tensão variar de 2,5 volts para 0 volts ela está invertida.

7acf64eb217195424f38edb8eb17fd9a.png

Isso está relacionado com a posição que foi instalado o sensor na alavanca. É muito importante essa configuração estar adequada, porque se configurarmos ao contrário, ela não vai entrar os estágios, fazendo com que as marchas não entrem, tendo um mau funcionamento do GearController.
2. Acerto da sensibilidade

É muito importante acertar a sensibilidade adequada, então vamos ao procedimento:

Devo empurrar a alavanca para frente com a mão, e verificar se a tensão, ao empurrar a alavanca com a força que eu julgo necessária para desengatar a marcha está variando corretamente. Se o nível de tensão chega facilmente ao batente, significa que a sensibilidade está muito alta.

301d777bc28c9e4431d62fa293023405.png

Se eu faço muita força e não chego no nível de tensão do batente, a sensibilidade está muito baixa. Então, qual é o adequado?
Eu devo fazer a força correta e ele chegar chegar em um nível de tensão um pouco abaixo do batente, que seria 5 volts e 0 volts.

Se ele mal toca, é sinal que a sensibilidade está perfeita. O que não pode acontecer é o sinal ficar quadrado, ficando no batente muito tempo em 0 volts ou 5 volts.

8aaeb649cd95e7c3b573ef6be0de8e58.png
3. Tensão de corte para marcha par e ímpar

A tensão de corte para marchas pares vai determinar que todas as marchas pares, no momento de desengatar, por exemplo, de 2ª para 3ª, de 4ª para 5ª, vão ter esse nível de tensão. 
Nas marchas ímpares, por exemplo, de 1ª para 2ª, de 3ª para 4ª.
532d6972ccd9581b7469fee5a8059c68.png

De 1ª para 2ª percebam que o nível de tensão é 1 volt, ou seja, quando ele chega em 1 volt, que é muito antes do 0,10v ele já ativa o corte. 

Geralmente, se utiliza os valores padrão de 1 volt para marchas ímpares e 4 volts para marchas pares.
4. Tempo de bloqueio entre trocas

Esse setup é um pouco desnecessário para carros de arrancada com câmbio H e inline, porque esse tempo de bloqueio é feito pela inversão de tensão, por isso deixamos o valor padrão recomendado, que é em torno de 0,6 segundos. 
Esse ajuste será mais necessário para câmbio sequencial, onde ele está sempre na mesma linha/sentido no progresso de progressão e regressão das marchas, então, as vezes se utiliza um tempo um pouco maior, para evitar que a pessoa repita a força que está sendo executada e volte para neutro e repita a força novamente, evitando um corte desnecessário.

d91c1bda4746d71ada6a4735a5ed4950.png
5. Tempo de duração do corte

Aqui nós vamos definir quanto queremos que corte em cada uma das marchas. Muitas vezes, esse tempo tem que ser aumentado ou diminuído em função do ângulo, ou do número de dentes.
Esse tempo também está relacionado com a relação de marchas, por exemplo, de 1ª para 2ª eu tenho uma diferença muito grande de relação entre elas. E o mais importante, o torque que está sendo aplicado sobre o engate rápido, é muito maior.
Vamos imaginar que temos uma 1ª marcha com uma relação de 3:1 e nessa relação, eu vou amplificar meu torque em 3:1 ou seja, se eu tenho 50kg de torque no meu motor, eu vou ter 150kg de torque aplicado sobre os engates, então, a dificuldade de remoção da 1ª para 2ª é muito maior.

1a412e6a796f8de56af76630b27b34ea.png

Você pode ler mais sobre o GearController clicando aqui.

Esse material faz parte do nosso treinamento Nível 2 Online, um treinamento focado nos recursos avançados para carros de arrancada.

Assista o vídeo completo de como configurar o GearController: